A EXPOSIÇÃO DA VIDA PRIVADA: TUDO VIRA ”SELFIE”

privada

Com o avanço da informática e das tecnologias existentes, foram criados novos programas operacionais e novos aparelhos: como tablets, smartfones, iphones… Isso contribui para que as pessoas fiquem cada vez mais conectadas. É comum sairmos na rua e vermos gente sempre com seus celulares nas mãos, chegando a afirmar que é como uma extensão do corpo e que não conseguem sair sem levar o celular.

As redes sociais também acompanharam esse avanço tecnológico. Hoje, temos uma grande diversidade delas, sendo assim antes praticamente se resumiam em ”orkut” e ”msn”, atualmente podemos citar várias: twitter, facebook, qeep, instagram, tinder, entre outras.

Como tudo praticamente está na palma de nossas mãos, fica muito mais fácil fazer de sua vida particular algo público, pois não raramente vemos publicações como: ”…está em um relacionamento sério” ”…está viajando para…” ”..está assistindo…” As pessoas tem essa necessidade de compartilhar tudo o que estão fazendo, uma boa explicação para isso é a busca por status e reconhecimento. Arrisco afirmar que todos sonhamos com os ”15 minutinhos de fama”. Um bom exemplo dessa exposição exagerada da vida privada são as famosas fotos ”selfie”, onde você vira a câmera para si mesmo e tira uma foto e, claro, posta nas redes sociais e fica esperando o número de curtidas e comentários. Até os aparelhos celulares ”aderiram” a onda ”selfie”, pois hoje estão vindo com uma câmera frontal, justamente para estimular esse tipo de prática.

Há uma alta dependência das redes sociais, tudo que fazemos ou falamos deve ser visto por todos, nada deve passar ”em branco”. Mas até que ponto isso é saudável? Será que não perdemos um pouco da nossa privacidade? Com essa exagerada ”publicidade” da nossa vida, pode ser que algum dia. As coisas saiam do controle e nossa privacidade e segurança sejam reduzidas a quase nada, já que todos podem ver o que fazemos e para onde vamos e como pensamos.

A segurança e a privacidade não importam muito nesse meio virtual, pois a satisfação pelo reconhecimento é maior que isso, o que realmente importa é o número de ”likes” e claro, a ”selfie” perfeita.

Lucas Nunes

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s